O Labirinto do Castelo de Buda foi criado pela ação da água quente do manancial sobre a roca calcária da colina do castelo e é formado por grutas, celas e mananciais.

História

Ao longo da história, o Labirinto do Castelo de Buda teve diferentes usos: refúgio do homem pré-histórico há meio milhão de anos, adega de vinho, câmara de tortura e prisão durante a Idade Média, e bunker, hospital militar e instalação secreta durante o século XX.

Em 1980, o labirinto de Buda passou por reformas para dar a ele um uso mais cultural. Naquele mesmo ano, a primeira exposição de bonecos de cera foi instalada nas grutas.

Passeando pelo Labirinto

Hoje em dia, o Labirinto do Castelo de Buda, que se estende por mais de 1,2 quilômetro de comprimento, é uma visita turística interessante e familiar. Durante o longo passeio pelo submundo podemos ver pinturas rupestres, fontes, colunas, estátuas e muito mais.

Se você quiser que a experiência tenha mais emoção, o melhor é fazer a visita a partir das 18:00 horas, quando as luzes são completamente apagadas e a visita é feita com uma lâmpada de azeite.

Além do percurso clássico, o ingresso dá direito a percorrer outro labirinto adicional, conhecido como labirinto pessoal, já que só pode entrar uma pessoa por vez, ou labirinto do amor, com acesso aos casais. Para fazer esses percursos, você tem que reservar na recepção.

Muito recomendado

Visitar um labirinto como o de Budapeste é uma experiência bastante única, por isso a recomendamos. Para entrar mais no clima do local, recomendamos fazer a visita com as luzes apagadas.

Horário

Todos os dias, das 10:00 às 19:00 horas.

Preço

Adultos: 2.500Ft.
Estudantes, professores e aposentados: 2.000Ft.
Ticket familiar (2 adultos e 2 menores de 12 anos): 5.000Ft.
Budapest Card y Hungary Card: 2.300Ft.

Transporte

Funicular Budavári Sikló.
Ônibus: Szentháromság tér, linhas 16, 16A e 116.